Arquivo da tag: estacao espacial internacional

Agência espacial divulga imagem da Península Ibérica durante a noite

Foto permite apreciar o limite entre a Península Ibérica e o Marrocos, separados apenas por ‘uma fina linha de escuridão’, o Estreito de Gibraltar

11 de março de 2014 | 16h 50
 
PARIS – A Agência Espacial Europeia divulgou nesta terça-feira, 11, uma fotografia tirada da Estação Espacial Internacional, a 400 quilômetros da Terra, que mostra a Península Ibérica durante a noite.

Madri é a zona com mais luz. A luminosidade da costa mediterrânea também se destaca, especialmente em Cartagena, Múrcia, Alicante e Valência e no litoral português, o que, segundo a agência, reflete a densidade populacional da região.


Foto: EFE

A agência destacou também que a imagem permite apreciar o limite entre a Península Ibérica e o Marrocos, separados apenas por “uma fina linha de escuridão”, o Estreito de Gibraltar.

A fotografia, tirada no dia 6 de março, permite diferenciar os limites da atmosfera, a capa de ar que envolve e protege a Terra.

 

 

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,agencia-espacial-divulga-imagem-da-peninsula-iberica-durante-a-noite,1139620,0.htm

O primeiro “SpaceLab ” comemora 30 anos de lançamento

Trinta anos atrás, numa última semana de novembro, o primeiro Laboratório Espacial Europeu era lançado junto do Ônibus Espacial da Nasa.  O primeiro astronauta da ESA (Agência Espacial Europeia), Ulf Merboldastronauten_merbold_l , voou na missão, marcando a entrada da ESA em voos espaciais tripulados.

Seis astronautas compuseram a missão e mais de setenta experimentos em física solar, física de plasmo do espaço, astronomia, observação da Terra, ciência de materiais, tecnologia e ciências da vida ocorreram. Circularam a Terra 166 vezes e voltaram a bordo do Columbia posando em 8 de dezembro de 1983.Spacelab-1-astronautas

Entre 1983 e 1998 , os módulos do “Spacelab” voaram no ônibus espacial 22 vezes e somaram 244 dias em órbita. Experimentos pesquisaram muitas áreas científicas que levaram ao desenvolvimento de metais da era espacial, utilizados em smartphones, produzidos em massa e as áreas de pesquisa do espaço que mostram a promessa no tratamento de doenças musculares crônicas.

columbia

Texto original: ESA – adaptação para a Língua Portuguesa por Marcelo Pelucio

Crédito de Fotos: NASA e ESA disponíveis nos respectivos websites.